Notícias

Radix é a 2º Melhor Empresa para se Trabalhar em TI, após título de Melhor do Brasil

Ranking foi liderado em 2021 pela Microsoft e contemplou no total 80 empresas de médio porte

Gptw v2 ti geral 2lugar capa noticias

Consagrada como a Melhor Empresa para se Trabalhar do estado do Rio de Janeiro e também do Brasil, a Radix comemora mais um resultado positivo neste ano. A empresa também está entre os destaques da lista de Melhores Empresas para se Trabalhar em Tecnologia da Informação, ocupando o 2º lugar, ficando atrás apenas da Microsoft. A premiação foi realizada pelo Great Place To Work (GPTW), no dia 25 de novembro, e contemplou 80 empresas de médio porte.

Desde a sua fundação, há 11 anos, a Radix está presente no ranking da GPTW. Para o CEO da empresa, João Chachamovitz, a explicação está na relação única que a empresa mantém com seus colaboradores, colocando as pessoas sempre como foco do negócio. 

- Acreditamos que alcançamos resultados diferenciados e mais inovadores por meio de pessoas felizes, conectadas, engajadas e que se sentem parte do negócio. O desafio de 2020 foi ainda maior, pois chegamos à marca de 1000 colaboradores. Desses, quase 40% dos nunca foram aos nossos escritórios, por conta da pandemia e trabalho em home office. Conseguir se manter entre as melhores numa situação tão peculiar mostra que estamos conseguindo manter nossa cultura e valores mesmo à distância. Tenho muito orgulho do nosso time - afirma.

Os novos colaboradores não demoraram a entender porque a Radix é especial. Desde o início da quarentena, a priorização do bem-estar dos funcionários foi colocada acima de tudo. Com a pandemia se alastrando no ano passado e causando preocupação a todos, a Radix contratou um médico consultor, disponível para tirar dúvidas, passar orientações e, se necessário, dar encaminhamentos profissionais. No ambiente web ainda acontecem as atividades voltadas para equilibrar a saúde mental dos colaboradores.

Uma das novidades que mais impactou a equipe foi o lançamento do “Radix Everywhere”. Trata-se de um conceito que formaliza o “trabalho distribuído”, dando a possibilidade ao colaborador de trabalhar de qualquer lugar, de forma prioritariamente remota. O novo modelo de trabalho veio atender à necessidade de flexibilidade, para quem gosta de liberdade e vive a tecnologia e a inovação sem fronteiras.  Essa flexibilidade se traduz em aumento da qualidade de vida para os colaboradores e, consequentemente, em aumento da produtividade deles.

Tendo o desenvolvimento profissional como premissa, a Radix também adaptou sua Universidade Corporativa, para dar prosseguimento aos cursos e treinamentos 100% on-line aos colaboradores, sempre estimulando a capacitação contínua, o chamado Lifelong Learning. Os colaboradores são constantemente treinados e estimulados a obterem certificações nas suas áreas de atuação e na área de atuação da empresa. Além das competências técnicas, são trabalhadas as soft skills, com treinamentos voltados para a carreira do colaborador.

- Entendemos que cuidar das pessoas faz parte da nossa estratégia. E esse cuidado está no olhar atento e treinado da nossa liderança, formada majoritariamente dentro de casa, mas também no olhar próximo dos amigos que se formam entre as equipes. Assim, apesar de termos uma área voltada especialmente para o acolhimento e cuidado com os colaboradores, nas mais variadas questões, desde questões de saúde física e mental, mas também aspectos pessoais e desenvolvimento de carreira, contamos, principalmente, com um time inteiro que é muito participativo no cuidado com o outro. E isso é reflexo de uma cultura de colaboração e camaradagem cultivada desde nossa fundação, com equipes atuando em conjunto em busca de um objetivo comum - conta a diretora de Gente e Gestão da Radix, Daniella Gallo.