Notícias

Tempo de comissionamento de unidades offshore é reduzido por meio de novo sistema da Radix

Empresa se uniu à Aveva para criar solução, que pode ser replicada para qualquer operadora do mundo

Aveva site

A Radix se uniu à AVEVA, líder mundial em softwares industriais, para desenvolver uma nova solução de engenharia e tecnologia capaz de reduzir o tempo de comissionamento e start-up, mitigar riscos operacionais e aumentar produtividade em unidades de produção de petróleo em todo o mundo.

Para a primeira fase do projeto, foi desenvolvida uma POC (proof of concept), com o objetivo de construir um modelo dinâmico, utilizando o simulador AVEVA Dynamic Simulation. Foi simulada a produção de óleo e gás no topside de uma plataforma de petróleo offshore (FPSO), a qual foi integrada a uma réplica do sistema supervisório da unidade (AVEVA InTouch HMI), que contribui para o treinamento e reciclagem dos operadores de painéis (sala de controle).

Usando um simulador dinâmico de processos combinado com uma ferramenta de supervisão, torna-se possível criar mudanças nas variáveis de processo (temperatura, pressão, vazão etc.), cenários de partida e parada da unidade, sintonia das malhas de controle, bem como acompanhar o comportamento dinâmico das respostas de todo o sistema pela tela do supervisório de operação.

Com o modelo dinâmico, é possível testar o funcionamento das malhas de controle e de segurança, com o intuito de ajustar a sintonia dos controles, e garantir a confiabilidade da malha de controle definida no projeto, mitigando possíveis riscos na partida, parada e operação normal da unidade. Com isso, a solução reduz significativamente o tempo para testes e ajustes necessários antes da partida da planta, diminuindo também o período de espera para o primeiro óleo produzido no campo.  

Além disso, é possível testar novas condições operacionais de processo, como um alinhamento de um novo poço com alto teor de água ou gás, sem a necessidade de alterar as condições em campo, com a finalidade de prever e otimizar a produção garantindo a robustez da malha de controle em situações operacionais diferentes do que esperadas no projeto.

A solução também pode ser usada para treinar os operadores de sala de operação da unidade em um ambiente digital e seguro garantindo uma experiência real com os sistemas da unidade antes de partir e operar a unidade no campo. 

- O OTS (Operator Training Simulator) permite aos operadores, sejam eles novos ou experientes, praticarem diferentes cenários em situações recorrentes, assim como vivenciarem situações atípicas de operação, em um ambiente virtual e seguro - menciona Marcos Krikorian, Engenheiro de Aplicações Sr. na AVEVA, que participou da POC prestando consultoria e suportando a equipe da Radix.

O objetivo é que o modelo seja adaptável para ganhar escala:

- Temos a oportunidade de replicar a solução para qualquer operadora de unidades offshore - diz José Ramos, Engenheiro de Processos na Radix, responsável por executar e liderar a equipe da Radix na definição do volume de controle da unidade considerado na POC, construção do modelo dinâmico, passando pelas atividades de configuração da topologia da simulação, configuração dos controles e intertravamento, bem como a  integração entre o simulador de processo e a ferramenta de supervisão, através de um servidor OPC.

A equipe da Radix também trabalhou nos ajustes necessários das telas de supervisão a serem usadas pelos operadores da unidade em treinamentos. Todas as atividades foram executadas com o suporte e consultoria da AVEVA.

Quer saber como especialistas da Radix podem impulsionar também o seu negócio? Entre em contato com radixeng@radixeng.com.br.