Notícias

Radix recebe selo de empresa Pró-Ética 2017

Pelo segundo ano consecutivo, a Radix foi eleita empresa Pró-Ética pelo CGU. Foram 375 companhias inscritas, mas apenas 23 receberam o selo.

Certificado proetica radix cgu

Anualmente, o CGU – Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União – premia as empresas íntegras em todas as relações com os setores público e privado. Pelo segundo ano consecutivo, a Radix recebeu o selo de empresa Pró-Ética. A premiação aconteceu durante a 4ª Conferência Lei Empresa Limpa, em Brasília, nesta quarta-feira, 6 de dezembro.

Com cerca de três anos com o programa de compliance, a Radix já é considerada madura em seu programa, o que torna um desafio constante a manutenção das práticas e certificações. “Queremos aprimorar nosso programa cada vez mais. Não queremos estagnar e, sim, inovar sempre e mostrar que é possível transformar o mundo pela ética e integridade”, declarou o gestor de compliance da Radix, Fábio Lopes.

O CGU recebeu 375 empresas - de diversos portes e ramos de atuação - interessadas no selo de integridade Pró-Ética 2017. O número de solicitações de inscrição é recorde pelo segundo ano consecutivo, com aumento de 92% em relação à edição anterior. Destas, 198 enviaram o questionário devidamente preenchido. Após análise preliminar do Comitê Gestor do programa, 171 cumpriram os requisitos de admissibilidade e tiveram os respectivos programas de compliance avaliados - número 131% superior a 2016.

O estado de São Paulo possui o maior número de companhias que foram avaliadas, seguido pelo Rio de Janeiro e Minas Gerais, que - em relação ao ano passado - saltou de 2 para 16 empresas - registrando maior aumento percentual (700%) nesse tipo de comparação. Outros destaques foram os estados da Bahia (11), do Amazonas (4), de Pernambuco (2) e do Espírito Santo (2) que pela primeira vez tiveram empresas aptas à avaliação de integridade. 

Nos meses de março e abril, o Ministério da Transparência (CGU) realizou eventos do Pró-Ética em dez estados do país, reunindo quase mil empresários para apresentar os critérios de avaliação e os benefícios do Programa. 

 

Confira as empresas Pró-Ética 2017:

Confira as fotos da premiação:

Fábio Lopes - gestor de compliance da Radix, Wagner Rosário - ministro substituto da transparência, Claudia - representante do CGU, Luiz Eduardo Rubião - diretor da Radix.  

Troféu Pró-Ética.

O advogado Alan Bittar, o diretor executivo da Radix Luiz Eduardo Rubião e o gestor de compliance Fábio Lopes.